Engenharia de Produção

A Engenharia de Produção dedica-se ao estudo, ao projeto, à gerência e à melhoria de sistemas produtivos integrados de bens e serviços, envolvendo pessoas, materiais, tecnologia, informação e ambientes, visando à melhoria da produtividade do trabalho, da qualidade do produto e da saúde das pessoas, esta última no que se refere à influência da atividade de trabalho. Compete-lhe, ainda, especificar, prever e avaliar os resultados obtidos destes sistemas para a sociedade e meio ambiente. Para tal, recorre a conhecimentos especializados da matemática, física, ciências humanas e sociais, conjuntamente com os princípios e métodos de análise e projeto de engenharia.

A Engenharia de Produção, de extensa aplicabilidade e diversidade de interesses, caracteriza-se muito bem como área prioritária. Sua capacidade de contribuir com métodos, aliada à preocupação na abordagem multidisciplinar aos problemas, permite o desenvolvimento de um profissional com elevada capacidade analítica e interpretativa, que encontra ampla e crescente demanda das empresas, defrontando-se em um ambiente de acirrada competição.

Em assim sendo, a crescente demanda da sociedade moderna, em especial a brasileira, por indivíduos com ampla capacidade de contribuir com análises e soluções multidisciplinares, tem estimulado não só os profissionais engajados no mercado de trabalho, mas também os jovens a buscar na Engenharia de Produção sua formação e espaço na sociedade produtiva de bens e serviços. Tem-se visto, consequentemente, uma verdadeira avalanche de finalistas do ensino médio buscando os cursos da área nos vestibulares espalhados pelo país. Hoje o número de cursos de Engenharia de Produção supera a 110, possivelmente já a maior área de concentração das engenharias, maior até que a engenharia civil, detentora desse status até recentemente. A razão candidato/vaga para a engenharia de produção, na maioria das universidades, somente é ultrapassada pela área de medicina e em algumas nem mesmo ela.

O curso em tela tem por objetivo formar cidadãos com sólida formação científica e em técnicas de engenharia, com capacidade de análise crítica e transformação das organizações:

-  Que tenham habilidade para enfrentar situações novas com criatividade e iniciativa.

- Que tenham capacidade de atualização e produção de novos conhecimentos técnico-científicos e metodológicos, consciência de ser um agente da evolução econômica e social e conduta profissional orientada por princípios éticos e de cidadania.

Com respeito às Habilidades e Competências, espera-se ao final do curso que os estudantes demonstrem competência para a concepção e análise de produtos e processos; concepção, operação e melhoria de sistemas de produção e gestão de projetos de Engenharia;

-  que exerçam liderança, demonstrem iniciativa, criatividade e trabalho em equipe;

- que tenham visão clara dos sistemas econômicos e sociais, capacidade de comunicação e domínio da tecnologia de informação.

Além dos princípios, habilidades e competências listados, o Engenheiro formado na Habilitação Produção deve demonstrar competências para atuar tanto na área da manufatura quanto no setor de serviços e desenvolver a capacidade de empreender novos negócios.